Notícias curtas

Este sítio web dedicado é dedicado à Freguesia de Zedes, no concelho de Carrazeda de Ansiães. Visite também o Blogue sob a mesma  Freguesia  no seguinte endereço: http://zedes.blogspot.com/

Home Tradições As tradições do Carnaval, em Zedes
20070227p.jpg

Designed by:
As tradições do Carnaval, em Zedes
Escrito por Aníbal Gonçalves   
Quarta, 06 Fevereiro 2008 00:00

Ainda se mantêm alguns vestígios do Carnaval em Zedes, mas quantos se recordam dos "Casamentos" e da "Partilha do Burro"? Este artigo é uma pequena viagem ao passando, tentando recordar o "Carnaval de outros tempos", dos nossos pais, dos nossos avós.

 

Hoje, dia de Carnaval fui ao encontro das raízes. Pela manhã fui até Zedes e dei uma passeio pela anta. Aproveitei alguns intervalos nas nuvens escuras para fazer fotografias panorâmicas da aldeia.

Almocei em Carrazeda, um cozido à portuguesa, bem adequado à época.

A rua principal de Carrazeda (e não só) está completamente esburacada. O Inverno não tem sido muito rigoroso e apesar das obras, sempre necessárias, o panorama das estradas da vila não é nada animador.

Tal como eu previa, houve desfile em Carrazeda. Marcaram presença instituições da vila e também de algumas freguesias. Quando desfilou a ARCPA (Associação Recreativa e Cultural de Pombal de Ansiães) ainda esperei pela ACDZ mas em vão. Nem os 250 euros por participação motivaram um grande número de participantes. Não eram mais de 6 grupos! A encerrar o desfile foi possível admirar uma escola de samba. Trouxeram cor, alegria e algumas moças pouco vestidas.

Antes de terminar o desfile, já eu estava a “correr” para Zedes curioso com o que se estaria a passar. A sede da Associação estava encerrada. Meia dúzia de pessoas aproveitavam os últimos raios de sol no Cano, esperando (sentados) os foliões do Carnaval. A tarde foi avançando e o frio que chegava do Norte (há muita neve na Sanábria, em Espanha) foi afastando as pessoas.

Por fim, a medo, ouviu-se um apito, depois uma pandeireta e por último o bater vigoroso num tacho. Chegaram os figurantes do Carnaval de Zedes. Inicialmente seis, depois sete, por fim nove. Calculo que desfilar pelas ruas da aldeia disfarçado de palhaço não dê muito prestígio. Sempre é melhor desfilar em jipe ou moto 4! Só assim compreendo a falta de motivação que se verificou.

Mas os foliões não desistiram! Acompanhei-os pelas ruas da aldeia, apitando, tocando, rindo, brincando ao Carnaval. Numa volta quase completa pela aldeia não sei se chegaram a nove os habitantes que encontrámos!

Não resisto a mostrar os dois habitantes mais novos da aldeia. Será que ainda vão brincar ao Carnaval? Para que isso aconteça, algo terá que mudar.

 

 

 
20070911p.jpg
O que pensa de Zedes nos meses de Verão?
 
20070402p.jpg
Temos 59 visitantes em linha